Posto Bandeira Branca - Como Garantir a Qualidade

O empresário deve seguir as normas e as etapas para verificar a qualidade do combustível


Para revender combustíveis de qualidade, os empresários donos de postos Bandeira Branca ou independente recebem os combustíveis dos distribuidores e seguem algumas etapas para verificação e controle de qualidade. Aliás, que a Resolução ANP (Agencia Nacional do Petróleo) nº 9, de 2007, assegura.

Essas etapas vamos listar aqui, para melhor entendimento:

  1. Conferencia da nota fiscal;

  2. Lacre do caminhão-tanque intacto, numeração coincidente com o especificado na Nota Fiscal;

  3. Observar se o produto está na marca que deveria estar;

  4. Observar o aspecto geral do combustível;

  5. Drenar os 20 L. iniciais do combustível;

  6. Realizar análise do combustível, para detecção de impurezas de acordo com a Resolução ANP nº 9.

"O revendedor que não efetuar essas etapas, toma para si a responsabilidade e os riscos"

Essas etapas devem ser seguidas e certificadas, pois elas que irão dizer se o produto sofreu adulteração ou não. O empresário só deverá receber o combustível se as entradas e saídas estiverem lacradas pelo distribuidor.

Realizadas essas etapas, se na análise for detectado algo irregular o revendedor deve recusar o produto e informar imediatamente a ANP do fato ocorrido.

O revendedor que não efetuar essas etapas, toma para si a responsabilidade e os riscos da revenda do produto da forma que foi recebido. Desta forma, se o combustível estiver irregular mesmo que vindo da distribuidora o revendedor se responsabiliza por ela.

Conteúdo com Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional (CC BY-NC-ND 4.0)


#sembandeira #postobandeirabranca #postodegasolinabandeirabranca #postosembandeira #bandeirabranca #postodecombustivelbanderiabranca #postodecombustivel #postodegasolina #qualidade #responsabilidade