Petrol DESIGN | Visual para Posto de Gasolina

História do Posto Bandeira Branca


Posto Bandeira Branca e sua história

Os postos Bandeira Branca tiveram início nos anos de 1990, com o governo Collor que desregulamentou todo o setor de combustíveis e abriu vaga para a competição de preços nas bombas e na distribuição.

Diante disso, empresas distribuidoras sem vínculo algum com a marcas tradicionais (BR, Ipiranga, Shell, Texaco) surgiram aos montes.

Critérios técnicos e econômicos não foram definidos e dessa forma grande parte das novas empresas passaram a trabalhar de maneira indisciplinada, adulterando combustíveis e sonegando impostos. Mas, da mesma forma foram conquistando grande parte do mercado, o que, obviamente, não agradou as marcas tradicionais.

A competição desigual afetou significativamente as empresas detentoras das marcas tradicionais, que atuavam de forma disciplinada e legal. Essas, tiveram grandes perdas econômicas e financeiras.

Diante do fato, as empresas tradicionais contra-atacaram. Mas, a fama de baixa qualidade logo foi associada as empresas independente / Bandeira Branca e seu sucesso durou pouco.

Contudo, o marco regulatório do setor de combustíveis foi definido pela Lei Federal nº 9.478, de 1997, e no mesmo ano pela criação da ANP (Agencia Nacional do Petróleo). Iniciaram então, esforços para a volta da moralidade ao setor começando pela prevenção à adulteração de combustíveis.

Com o passar do tempo, a realidade dos postos independentes se transformou.

Propensão ao Posto de Bandeira Branca

A propensão ao crescimento dos postos independentes ou Bandeira Branca, foram através das punições e limitações a irregularidades.

Os pequenos distribuidores que trabalhavam de forma ilegal tiveram sua capacidade de atuação bastante limitada. Diante disso, as empresas de marcas tradicionais recuperaram grande parte do mercado perdido. Porém, os danos causados no início dos anos 1990 a algumas grandes marcas, foram fatais.

De acordo com as novas regras, o mercado nacional de combustíveis foi se adequando.

Com isso, o aumento da participação das empresas nacionais e também de estabelecimentos independentes mais sólidos. As oportunidades relacionadas a novas aquisições de distribuidoras de atuação regionalizada e de escala reduzida se mantiveram e a tendência era favorável. A grande extensão territorial do Brasil e a demanda crescente aumentaram a perspectiva de atuação das empresas distribuidoras de combustíveis de menor porte.

Com a volta da moralidade dos postos independentes / bandeira branca, estes passaram a ocupar 41,1% do mercado nacional de combustíveis.

A quantidade atual de postos bandeira branca no Brasil hoje, ultrapassa a marca de 17.000 postos de acordo com dados da ANP.

Conteúdo com Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional (CC BY-NC-ND 4.0)

#sembandeira #postobandeirabranca #postodegasolinabandeirabranca #postosembandeira #bandeirabranca #postodecombustivelbanderiabranca #historia

Av. Brasil, 4312 - Maringá, PR - CEP: 87013-400 | Tel: (41) 4042-0519 | Cel: (44) 9 9104-0519

© 2000-2017 por Petrol GROUP - Líder em solução para postos. Todos os direitos Reservados.